Seguidores Do Noticiário Em Foco

Eletricidade Residencial – Como Instalar um Interruptor Paralelo

segunda-feira, 23 de abril de 2012


Eletricidade Residencial – Como Instalar um Interruptor Paralelo
Fala galera, aqui vou eu mandar mais uma dica de serviço caseiro do tipo faça você mesmo mas tome cuidado com o choque.

Vamos aprender como ligar um interruptor paralelo, no seu quarto, sala, garagem… na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê.

Lembre-se de desligar os disjuntores antes de mexer com eletricidade. Caso não esteja seguro pra fazer isso, pague chame um profissional.

Antes de tudo, você sabe o que é, ou pra que serve um interruptor paralelo?

Se não sabe, eu explico: um interruptor paralelo vai acender ou apagar uma lâmpada em locais diferentes.


Vamos imaginar que você mora em um sobrado, por exemplo. Nesse sobrado, tem uma escada que liga os cômodos de baixo com os de cima, e no meio da escada tem uma lâmpada. Aí em uma noite escura, você quer acender a lâmpada embaixo, subir a escada e apagar em cima.

Vamos usar outro exemplo: você tem um corredor bem grande na sua casa, e no meio dele quer colocar uma lâmpada, de forma que possa acendê-la no começo e apagá-la no fim do corredor.

Agora que você já entendeu o que é um interruptor paralelo, (me desculpe, se ainda não entendeu, eu vou continuar a explicar assim mesmo  ) vamos visualizá-lo:


Aparentemente é um interruptor comum, se não fosse pelo fato dele possuir três contatos para ligação. Então se você quiser montar um “paralelo” em sua casa usando interruptores simples (aquele que só tem dois contatos), esqueça.

Antes de prosseguir com a instalação do nosso paralelo, vou explicar bem superficialmente como funciona a energia residencial. Digo novamente, é uma explicação bem superficial, se você pretende ser um eletricista profissional, procure um curso em uma escola idônea (SENAI).

Em nossas residências com instalação elétrica padrão, encontramos dois tipos de tensão: 110v e 220v (o “v” significa “volts”, então lemos “cento e dez volts, ou duzentos e vinte volts”) onde o 220v é usado geralmente no chuveiro ou equipamentos mais pesados, como motores, furadeiras de impacto e o 110v é usado no resto – iluminação e tomadas.

Lá no poste, temos o relógio, que é o que controla o consumo, ou seja, é o dedo duro que diz pra concessionária: “esse mês ele gastou X, então pode cobrar Y”. É ali que são montados os famosos “gatos” também, mas nunca monte um, pois é crime.

Enfim, se uma caixa de relógio seguir os padrões, dela deverão sair quatro fios, onde dois são fios “fase”, um é o “neutro” e o outro é o “terra”. Muitas vezes o terra é omitido, devido ao gasto, mas é altamente recomendável utilizá-lo, por questões de segurança (exemplo: um bom aterramento evita aquele choque ao abrir/fechar o chuveiro e também ameniza as sobrecargas que queimam os aparelhos elétricos).

Fase é o fio que dá choque, portanto tome cuidado.

O neutro também dá choque, desde que passe corrente elétrica por ele (se tiver algum equipamento funcionando).

Uma tomada 110v por exemplo, usa 1 fase, 1 neutro e 1 terra.

Uma tomada 220v usa 2 fases e 1 terra.

Agora que você tem uma base, vamos montar um paralelo em um corredor, onde você acende a lâmpada no começo e apaga no final.

Para isso, o material utilizado será:

- 1 lâmpada

- 2 interruptores paralelos (interruptor simples não serve, peça ao vendedor: “quero dois interruptores paralelos”)

- fios.




A primeira coisa a se fazer é interligar os interruptores. Essa interligação será de um interruptor direto pro outro, ou seja, sem emendas e sem outras coisas pelo caminho. Você vai usar dois fios, de preferência do mesmo comprimento e da mesma cor, para não fazer confusão.


Ligue os contatos das extremidades dos interruptores, um com o outro.

O nome técnico disso que você fez se chama “Retorno”.

Agora, faremos o retorno da lâmpada para um interruptor. Pra isso, use um fio, que pode ser da mesma cor que o usado anteriormente, visto que os três serão “retornos”.



Feito isso, ligaremos o neutro na lâmpada.


Agora, pra finalizar, basta ligarmos o fase no contato do meio do outro interruptor.




Pronto, agora ligue os disjuntores e faça o teste.

Lembrando que o tutorial descrito acima é para fins didáticos. Se você gosta da idéia de mexer com eletricidade, especialize-se em uma escola, pois é perigoso.

Abraço a todos!
Fonte: http://danilocafe.wordpress.com/2010/10/28/eletricidade-residencial-como-instalar-um-interruptor-paralelo/




0 comentários:

Postar um comentário

 
 
 

Mapa

Play